Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Mulherão

Manual de sobrevivência para todas as mulheres. Por Eduarda Dias da Silva

Blog Mulherão

Manual de sobrevivência para todas as mulheres. Por Eduarda Dias da Silva

Segunda-feira

IMG-20200622-WA0015.jpg

Não, eu não ando baralhada das ideias.  Sei muito bem que hoje é Terça-feira. Mas eu queria saber como é a vossa relação com as Segundas?

Não gostam? Adoram? É um dia como os outros? Têm a sensação do recomeçar? Como é?

Eu tenho a sensação de recomeçar. Gosto de Segundas, mas nem sempre foi assim. 

Agora eu e o Pedro ao fim-de-semana, estámos sempre a ver coisas, ou a imaginar coisas para decorar o nosso futuro Lar que ainda está em construção. 

Uma óptima semana (de chuva) para todos. 

 

Trabalhar a mente

as nossas inseguranças

IMG_20200927_232859_177.jpg

Inseguranças, toda a gente as tem. Claro, eu também. 

Inseguranças em relação ao corpo, é dessas que vos escrevo hoje.

Ontem recebi um vestido muito giro (sou louca por vestidos) de uma marca Portuguesa que conheci pelo Instagram. Encomendei um vestido tamanho L em verde seco. Experimentei logo. Servia-me bem, mas na zona do tronco notava-se bem as minhas "pregas" nas costas. Basta o vestido ser de malha - de muito boa qualidade - para se notar tudo e mais alguma coisa 

Fiquei triste. O meu corpo altera-se cada vez mais devido ao Cushing (vou preparar um post para vos contar sobre esta doença rara). 

Mas depois perguntei a mim mesma o porquê de me estar a sentir assim! O porquê dessa minha insegurança da qual não tenho culpa absolutamente nenhuma. É algo que me ultrapassa. A vida pregou-me uma partida mais uma vez quando a doença reincidiu. Apenas tenho de pedir ao meu corpo que seja forte para suportar tudo aquilo que está por vir.

Em jeito de conclusão: quando a nossa mente não está bem, arranjamos mil e um defeitos a nós próprios. Quase sempre coisas que só nós reparamos.

Aceitem o quão bonito o vosso corpo é. O nosso corpo conta a nossa história. Deixemo-nos de padrões. 

Mulheres felizes brilham mais.

 

Saúde mental

23101920_757846481080372_7712685464502665216_n.jpg

Vamos lá então começar o mês de Maio aqui pelo blogue.

Hoje venho aqui escrever-vos um bocadinho sobre este tema, saúde mental.

Cheguei hoje ao trabalho e logo pela manhã recebo a notícia que um colega meu de trabalho tinha posto termo à vida ontem. Notícia triste quando conhecemos a pessoa em causa.

Estamos todos a passar por uma época muito difícil nas nossas vidas. Este vírus não nos trouxe nada de bom. A incerteza, o medo, a tristeza pairam no ar e isto está a custar-nos a todos. A uns mais, e outros menos, mas está a custar-nos a todos.

Nem todas as pessoas reagem a esta "falta de liberdade" da mesma maneira. Eu pessoalmente, tento desviar o meu pensamento para outros temas, mas nem toda agente o consegue.

Não sei a razão pelo qual ele cometeu o suicidio, a mente Humana será sempre uma incógnita, mas é muito importante pedir ajuda. Não tenham medo, ou vergonha. 

A Linha de saúde 24 até disponibiliza ajuda psicológica gratuita. 

Cuidem-se. Ninguém o faz por vocês.

 

Quando Pedro, rima com Eduarda

IMG-20190903-WA0000.jpg

Então Eduarda... começaste um blogue e ainda não tinhas vindo aqui escrever mais nada?

Perdão. Mas eu andei um pouco ocupada com a vida "lá fora". 🙄

Hoje venho aqui falar-vos de Amor. Nada melhor do que acabar a semana a falar sobre mim e sobre o Pedro. Um bocadinho... vá.

No dia 25 de Abril fizemos 2 anos de namoro. Conheci o Pedro aos 32 anos. Numa fase boa da minha vida. 

Lamento às vezes, não ter conhecido o Pedro há mais tempo, mas a vida só nos dá as coisas quando estamos preparados para as receber. E foi isso que aconteceu connosco. 

O Pedro é o Amor leve e sereno que sempre pedi para mim. Ele veio somar doçura aos meus dias, com o seu companheirismo, amizade e cumplicidade. 

Não sei praticamente nada sobre o Amor. Sei do nosso e daquilo que construímos. Estamos juntos há 2 anos e isto, ainda agora começou. 😍

De mim, para todos vocês

IMG_20210317_170745_380.jpg

foto da autoria do Pedro

Este é um blogue dedicado a todas as mulheres, mas os homens também podem e devem vir aqui espreitar.

Foi pensado com imenso carinho, daí, ter demorado algum tempo a "nascer".

Escolhi este dia porque faz hoje 3 anos que fui operada à cabeça no Hospital de Santo António no Porto, devido a uma doença rara da qual padeço.

Ter esta doença faz-me ver a vida de uma maneira muito própria, a minha. Não melhor, nem pior. Apenas a minha.

Este blogue tem também o propósito de fazer com que cada mulher se sinta bem na sua própria pele. Independentemente do número da roupa, do peso que a balança mostra, da idade. Este também é um tema bastante presente na minha vida, porque com a doença, para além do meu peso que aumentou, e sofre muitas oscilações, também a minha fisionomia ficou bastante alterada. Mas não foi por isso que me "escondi" do Mundo.

Sejam bem-vindos ao meu mais novo blogue.